Notícia

Ponte de divisa entre SC e RS segue com problemas e causa transtornos aos motoristas

02/08/2022

Image title



Um relatório completo realizado pelo Sindicato das Empresa de Transportes do Oeste e Meio Oeste Catarinense (Setcom) mostra as condições adversas das rodovias no Alto Uruguai Catarinense em trechos estaduais e federais.

São centenas de quilômetros de malha rodoviária que precisam de investimentos por parte do ente público visando dar condições aos motoristas para transitarem com segurança.

O documento também foi apresentado nos últimos dias em uma reunião realizada pela Federação dos Transportadores de Cargas de Santa Catarina (Fetrancesc). O presidente do Setcom, Ederson Vendrame, cobrou agilidade para que as melhorias sejam realizadas o mais rápido possível.

Na ponte sobre o Rio Uruguai (agora lago da usina de Itá), entre Concórdia e Erechim/RS, na BR-153, a situação demonstra total descaso do Governo Federal com a manutenção. O problema se “arrasta” por alguns anos e foram vários pleitos solicitados ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT).

Nas “emendas” da ponte, onde são necessárias a colocação de materiais para reduzir o impacto dos veículos, os vãos estão aumentando. Os motoristas precisam praticamente parar sobre a ponte para passar pelo local e evitar danos nos veículos leves e pesados.

No local é possível localizar diversas peças de carros que se desprenderam devido ao impacto. Por alguns momentos, percebe-se a formação de filas sobre a ponte por conta da necessidade de praticamente parar os veículos para passar pelos locais danificados pela falta de manutenção.

Também é possível visualizar que os “parafusos” estão expostos sobre a ponte, que é muito usada pelos motoristas do transporte rodoviário de carga. O local é uma das principais ligações entre o Brasil e os países do Mercosul.

“Estamos mostrando a realidade que temos na região e cobrando que se faça intervenções em um curto espaço de tempo para garantir a segurança da nossa população”, reitera o presidente do Setcom, Ederson Vendrame.

Fonte: Atual FM