Notícia

A importância da qualidade do pavimento nas rodovias para o sistema de transporte logístico

18/11/2021

Image title

Entre os maiores benefícios que o usuário tem ao trafegar por uma rodovia concessionada, talvez o que tenha mais destaque é a qualidade do pavimento.

A utilização de bons materiais, aliada à correta execução das etapas de pavimentação são determinantes na entrega de um serviço com excelência.

A qualidade do pavimento também influencia diretamente nas condições de segurança da via. Na BR-101 Sul/SC, a CCR ViaCosteira atua ininterruptamente nos serviços de conservação da rodovia, garantindo que não haja qualquer tipo de anormalidade no pavimento, além de todo o entorno da faixa de domínio.

Por isso, visando oferecer sempre o melhor para seus usuários, o Grupo CCR possui um centro de pesquisas rodoviárias que atua na melhoria contínua do pavimento, de forma a garantir a qualidade das obras executadas em todas as unidades do grupo, por meio de análises específicas sobre o tipo de asfalto ideal para cada rodovia, considerando o comportamento do tráfego de cada região do país.

A CCR ViaCosteira mantém a conservação permanente do pavimento no trecho sob sua concessão da BR-101 Sul/SC, entre Paulo Lopes e Passo de Torres. Ao longo do primeiro ano da concessão, a Concessionária transformou a rodovia e restabeleceu as condições de trafegabilidade e segurança com a realização dos trabalhos iniciais, previstos contratualmente e concluídos com uma antecipação de 5 meses. Com investimentos de aproximadamente R$ 290 milhões, os serviços contemplaram a recuperação do pavimento, na qual já foram utilizadas mais de 98,7 mil toneladas de massa asfáltica, correspondendo a 228,8 km de pavimento recuperado,

Outro fator importante que também é levado é consideração quando das análises é o consumo de combustível. Um pavimento de qualidade e com durabilidade contribui diretamente para a economia do mesmo, e, consequentemente, influência nos custos do transporte, sem interferir no preço dos produtos que chegam aos consumidores e não comprometendo a competitividade do país no mercado internacional.

"Uma rodovia bem sinalizada e com qualidade de asfalto para o transporte de cargas rodoviárias é extremamente necessário porque dá mais segurança aos condutores, menos possibilidade de acidentes e também economia para o empresário, uma vez em que há menos desgaste de pneus, sistema de freios e consumo de diesel. Tal condição gera aumento substancial na rentabilidade líquida final da atividade, já que o diesel corresponde a um custo entre 40-60% do custo do frete na carga lotação, fora o custo variável", destaca Ari Rabaiolli, presidente da Federação das Empresas de Transporte de Carga e Logística no Estado de Santa Catarina (Fetrancesc).

Ainda segundo ele, os transportadores têm muitos benefícios com o programa de concessão de rodovias, "principalmente porque temos histórico de rodovias não concedidas, em que o estado de conservação é muito inferior às rodovias concessionadas. Por isso, para o transporte rodoviário de cargas, o maior pedágio é o não-oficial, aquele que nós perdemos tempo para chegar ao destino, fazer determinado percurso", afirma.

De acordo com o diretor-Presidente da CCR ViaCosteira, Fausto Camilotti, a Concessionária tem o compromisso de manter e ainda, promover a qualidade não só do pavimento, mas de toda a infraestrutura rodoviária da BR-101 Sul/SC.

"Em menos de um ano já mostramos à população catarinense que viemos para transformar e promover o desenvolvimento não só da região, mas de todo o Estado. Antecipamos a entrega dos serviços, geramos mais de 1mil empregos diretos, já repassamos quase R$ 10 milhões em ISS aos municípios, entre muitas outras ações. E ainda temos muito a fazer para desenvolver ainda mais Santa Catarina", pontua.

CCR ViaCosteira


A CCR ViaCosteira é responsável pela administração de 220,4 quilômetros da BR 101, no Sul do estado de Santa Catarina, região de grande importância agroindustrial e turística por contar com algumas das mais belas praias do Brasil. A concessão passa por 19 municípios, entre Palhoça e Passo de Torres, na divisa com o Rio Grande do Sul. A ViaCosteira responde, ainda, pela operação da Ponte Anita Garibaldi, em Laguna, e pelos Túneis Morro do Agudo, em Paulo Lopes, e Morro do Formigão, em Tubarão.

Fonte: CCR ViaCosteira